O que fazer em um dia na Cidade de Bananal

O que fazer em um dia na Cidade de Bananal
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email
Share on print

Roteiro de um dia na Cidade de Bananal

Primeiramente é importante saber que a aconchegante e histórica cidade de Banal está situada na região leste do estado de São Paulo, divisa com o estado do Rio de Janeiro, e aqui vou te dar de antemão uma ideia do que fazer em um passeio de um dia nesta encantadora cidade do período colonial.

O município guarda muitas histórias em seus monumentos, casarões e fazendas, e está bem próximo a Capital do RJ, a mais ou menos 2:30hs de viagem, sendo assim, você pode facilmente curtir esse lugar rico em cultura em um passeio de um dia.

Durante o ciclo cafeeiro, Bananal experimentou o esplendor de ser uma das cidades mais ricas do Brasil, sendo que com a decadência da economia do café, as fazendas logo depois focaram na produção leiteira.

Em Bananal, os turistas podem conhecer lindas cachoeiras do Parque Ecológico Bananal, passear por fazendas preservadas, visitar o centro histórico e dessa forma sentir a paz do interior.

Igualmente é possível encontrar artesanato de barbante e produtos típicos das fazendas no centro histórico.

Hoje em dia, o município é habitado por moradores de distintas regiões, que carregam os seus valores e tradições, sendo o turismo a atual vocação de Bananal, que conta com algumas fazendas do período de ouro do café abertas a visitação.

Aqui vai nossa sugestão de um roteiro de um dia na região

Uma das mais belas e igualmente bem conservadas fazendas da região, produzia cana-de-açúcar bem como anis, milho e outras culturas de subsistência. Atualmente decorada com belíssimos móveis (principalmente franceses), quadros, cristais e porcelanas; todos os objetos de muito bom gosto e que remetem aos períodos áureos do café na região.

Foi construída em 1855 pelo casal Major Cândido Ribeiro Barbosa e Joaquina Maria de Jesus. Permite-se a visitação à fazenda que mantém intacta sua estrutura conjuntamente com peças do século XIX e da escravidão, mantendo ainda mais suas senzalas, moinhos e banheiro como antigamente. O turismo da fazenda é voltado para o turismo histórico bem como cultural e pedagógico, juntamente com o turismo místico que se desenvolveu com a demanda existente, já que a religião dos escravos tem um peso muito grande na região.

Caminhando pelo centrinho, de tão perto uma praça da outra, você consegue percorrer diversas instalações, bem como o Aguiar Valim, a Estação Ferroviária, a Igrejas da Matriz do Rosário e Boa Morte, juntamente como outros tantos locais de interesse como o Coreto, preservado da mesma forma até os dias de hoje, sem contar ainda com a maravilhosa arquitetura colonial local.

Esta fazenda simultaneamente também funciona como um hotel , e já foi uma das mais ricas do ciclo do café no século XIX e hoje preserva a sua história através de sua beleza arquitetônica no estilo colonial. O início de sua construção foi datado em 1780, no período do Brasil Colônia. Ela já foi cenário para diversas produções cinematográficas e televisivas, tais como: O Casarão (1976), Dona Beija (1986), O Coronel & O Lobisomem (1995), Cabocla (2004), Um Só Coração (2004), Sinhá Moça (2006), Beleza Pura (2008), Saramandaia (2013), O Prisioneiro da Liberdade (2019); além de produções internacionais como a série Equador (2008), da emissora TVI, de Portugal.

É muito importante entrar em contato com antecedência para marcar as visitas as fazendas, pois nem todas estão abertas a visitação a todo tempo, assim você não corre o risco de encontrar alguma fazenda fechada.

E ai? gostou do nosso roteiro de um dia pelas fazendas históricas do Bananal?

Nós temos excursões com guias a essas fazendas com saídas desde Rio de Janeiro, caso queira conhecê-las com mais profundidade e de uma forma mais confortável, com alguém que te explique tudo e já conheça o caminho

Só entrar em contato com a gente!

Voyager Club / Viandar, Mais que viagens

Ficou alguma dúvida?

ONDE ESTAMOS

ENVIE UMA MENSAGEM

O que fazer em um dia na Cidade de Bananal

You May Also Like

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *